Rarotonga

Rarotonga, Cook Island

Aves Raras, Mercados e Praias

Ao desembarcar do seu transatlântico MSC, percebe-se que Rarotonga é uma ilha montanhosa cercada por uma única estrada, a Ara Tapu, que margeia o litoral, atravessando os inúmeros riachos que descem das montanhas. Esta é uma estrada mais moderna, enquanto que a outra, o Ara Metua é muito mais antiga e remonta há mil anos.

 
No seu MSC World Cruise, você descobrirá o que é viver em Avarua, a capital pacífica das Ilhas Cook, passeando por seu mercado aberto Punanga Nui e explorando os edifícios públicos desta nação, ou visitando a Igreja do CICC (Igreja Cristã das Ilhas Cook ) que remonta a 1842. 
 
Viajando em um dos cruzeiros do MSC, você também poderá explorar o coração da ilha acompanhado por um curandeiro tradicional local, ou visitar a Área de Preservação Takitumu no lado oposto da ilha. Esta reserva preserva uma seção de floresta tropical que protege um pássaro indígena raro, o kakerori, ou Monarca Rarotonga, que está ameaçado de extinção devido à introdução de predadores como o gato. Se você prosseguir por mais 8 km além da reserva, encontrará o cais no porto de Ngatangiia de onde partiam os barcos polinésios que colonizaram a Nova Zelândia na metade do século XIV.  Atrás deste porto encontra-se a Laguna Muri, um tesouro raro protegido por quatro ilhas cobertas de florestas e repletas de peixes tropicais coloridos e complexos recifes de corais. E se depois de passar tanto tempo no mar, você quiser voar um pouco, os visitantes mais ousados podem aproveitar a oportunidade para sobrevoar a ilha Rarotonga por cerca de vinte minutos a bordo de um monomotor Cessna. Um passeio aéreo inesquecível com guia turístico.

Excursões e atividades

Chegar ao porto