Veneza

A Basílica de São Marco e o Palácio Ducal 
Praça de São Marco, o centro da cidade
Murano e sua arte de vidro soprado

Procurar cruzeiros no Mediterrâneo

Veneza

A Serenissima, uma pérola de rara beleza

As excursões terrestres da MSC Cruzeiros são ótimas opções para visitar os monumentos que atraem multidões em Veneza: a Basilica di San Marco – a igreja do santo padroeiro da cidade – e o Palazzo Ducale – a residência do doge e de todos os conselhos governantes.


Certamente, essas são as estruturas mais fabulosas de Veneza: a primeira, um emblema coberto de mosaicos das origens bizantinas de Veneza; a segunda, talvez o mais belo de todos os edifícios góticos seculares. Mas é gratificante visitar todas as igrejas: uma lista de todas as igrejas que valem a pena serem vistas incluiria mais de cinquenta nomes, e uma lista das pinturas e esculturas nelas contidas seria no mínimo duas vezes mais extensa. 

Aproveite o seu cruzeiro de férias em Veneza para caminhar pela Piazza San Marco. Seus desfiles, festividades e mercados sempre atraem visitantes. No passado, sua maior atração foi a feira conhecida como Fiera della Sensa, que mantinha a Piazza vibrando durante quinze dias após a o Dia da Ascensão, a cerimônia de celebração do casamento simbólico entre Veneza e o Mar. Hoje, a Piazza é o ponto central das brincadeiras de Carnaval. 

As cafeterias da Piazza eram um componente vital da alta sociedade do século XVIII, e as duas sobreviventes daquele período, Florian e Quadri, ainda são as mais caras da cidade. O setor de vidro soprado é o que tornou Murano famosa em toda a Europa, e hoje seus fornos constituem a única zona de fabricação sobrevivente de Veneza. 

As propriedades nas ruas de Murano são ocupadas quase inteiramente por lojas que vendem itens de cristal, e é difícil caminhar mais do que alguns metros nessa ilha sem ser convidado a entrar em um showroom. Alguns deles contam com fornos anexados, e não se deve perder a oportunidade de ver esses incríveis artesãos em ação.

Lugares imperdíveis em Veneza

Conheça nossas excursões

    Chegar até o porto

    Porto de Veneza

    Esta seção contém informações sobre como chegar ao porto.

    Terminal de Cruzeiros

    VTP (Terminal de Passageiros de Veneza)

    Chegar ao porto

    • Carro

      Na rodovia para Veneza acessar a Saída Venezia-Porto e seguir as placas indicando Venezia - stazione Maritima - Terminal Passeggeri.  
      O Website do Terminal de Passageiros de Veneza contém informações úties: www.vtp.it
      Carro
    • Trem

      A Estação Ferroviária de Santa Lucia fica apenas a 600 metros da Piazzale Roma, onde você poderá embarcar no trem People Mover, pagando uma pequena tarifa, para chegar na entrada do Terminal marítimo.   
      A Societá Cooperativa Venezia 1907 oferece serviços de transferência de bagagem na estação ferroviária que leva a sua bagagem diretamente para o seu navio.  Na Plataforma 1 uma equipe própria colocará as etiquetas na sua bagagem (etiquetas fornecidas juntamente com o seu bilhete de cruzeiro ou então as etiquetas fornecidas pela “Società Cooperativa Veneza 1907) e entregará a sua bagagem no navio.     A MSC Cruzeiros não se responsabilizará por quaisquer problemas que ocorrerem com este serviço, sendo que qualquer reclamação deverá ser direcionada e tratada com o prestador deste serviço. 

      Estação Mestre de Veneza
      A Estação Ferroviária fica a aprox. 10 km do Terminal de Cruzeiros. Serviço de taxi disponível.
      Trem
    • Avião

      Você poderá ir de taxi do Aeroporto Marco Polo até o Terminal de Cruzeiros da Stazione Maritima. O trajeto é de aproximadamente 20 minutos dependendo do trânsito.  
      Outra opção seria ir de barco-taxi. A MSC Cruzeiros também disponibiliza o serviço de translado. 
      Dirija-se à cabine da MSC que fica do lado de fora da hall de chegadas, à sua direita.
      Avião

    Itália

    História, gastronomia e moda
    História, gastronomia e moda

    Um cruzeiro para a Itália é uma montanha russa cheia de emoções. Roma é uma cidade imensa diferente de todas as outras, em termos de locais históricos, supera de alguma outra forma qualquer outro lugar do país.
     
    A Ligúria, pequena região costeira ao longo do litoral nordeste, é conhecida há muito tempo como “A Riviera Italiana ” e, consequentemente, fica cheia de banhistas na maior parte do verão.
    No Veneto, o principal foco de interesse é, claro, Veneza: uma cidade única e cada pedacinho desta cidade é tão lindo quanto sua reputação possa sugerir. A Toscana, na região central da Itália, representa talvez a imagem mais observada do país, com sua área clássica de montanhas e as cidades de Florença e Pisa, repletas de arte.

    O sul, por sua vez, começa com a região de Campania. Sua capital, Nápoles, é uma cidade única e inesquecível, o coração espiritual do sul da Itália. A Puglia, o “calcanhar” da Itália, também apresenta belíssimos atrativos, principalmente a paisagem da península de Gargano e as qualidades comerciais, com grandes mercados, de sua capital, Bari.

    No que diz respeito à Sicília, a ilha é realmente um lugar afastado, com uma grande variedade de atrações que vão desde alguns dos mais preservados tesouros helenísticos da Europa, até alguns dos mais atraentes resorts do Mediterrâneo em Taormina e Cefalù, sem contar alguns lindos cenários de planalto.