Tânger

Um maravilhoso porto movimentado
Os tradicionais mercados souk
O Grand Socco

Procurar cruzeiros no Mediterrâneo

Tânger/Tetuão

A fragrância das especiarias e os sabores do tajine

A estratégica localização do Tânger faz dele um local muito procurado desde os tempos antigos. O traçado do Medina do Tânger, assim como a maior parte do Morrocos, não foi planejada com antecedência. Conforme a necessidade, um labirinto, de ruas e pequenas praças, emergiu, criando os diversos bairros que existem hoje.

O Grand Socco oferece a abordagem mais direta para Medina, um espaço levemente aberto que aguarda para ser conhecido em uma excursão da MSC no Mediterrêneo. O arco na esquina ao norte da praça se abre para a Rue d’Italie, a qual se torna Rue de la Kasbah, a entrada norte para o bairro kasbah. Na entrada do lado direito da praça está a Rue es Siaghin, onde está a maior parte dos mercados souk e no final dela está a Petit Socco, a principal praça de Medina

Desfrute de sua viagem no Tânger, a leste do porto, onde seu navio da MSC aguarda seu retorno, seguindo pela Avenida Mohammed VI, ande pela Grand Mosque  e pela Rue des Postes (Rue Mokhtar Ahardane) e elas o levarão ao Petit Socco. A Rue es Siaghin – Rua dos Ourives – conecta a Grand Socco à pequena Petit Socco, que foi a principal via pública do Tânger até os anos 1930. Muitas das construções ao longo desta rua foram construídas por europeus no final dos anos 1800 com janelas e varandas voltadas para a rua, e não para o interior, como a tradicional arquitetura do Medina.

Olhando para isso hoje, a Petit Socco parece muito pequena para já ter servido para este fim, pensada até o século XIX, a praça já teve quase o dobro de seu tamanho, e apenas no início do século XX foram construídos hotéis e cafés. Até a década de 30, quando o foco mudou para a Ville Nouvelle, este foi o verdadeiro coração do Tânger e uma grande quantidade de pessoas se reunia aqui diariamente.

Lugares imperdíveis no Tânger

Conheça nossas excursões

    Marrocos

    Tradições e turismo
    Tradições e turismo

    Um cruzeiro para o Marrocos é recheado com uma fascinação imediata e duradoura. Apesar de ser apenas 1 hora da Espanha, parece um local muito longe da Europa, com uma cultura - Islâmica e muito tradicional - que é quase completamente diferente.



    Pelo país, apesar dos anos de colonização francesa e espanhola e a presença de cidades modernas e cosmopolitanas como Rabat e Casablanca, um passado mais distante faz a sua presença ser sentida. Fez, uma das mais bonita das cidades árabes, mantém uma vida com raízes medievais, de quando o Reino Marroquino ia de Senegal até o norte da Espanha, enquanto as montanhas de Atlas e o Rif, ainda desenha mapas tribais da população berbere. 


    Como fundo de tudo isso, as paisagens do país são extraordinárias: do litoral do Mediterrâneo, que você conhecerá durante seu cruzeiro para o Marrocos, até as montanhas, ao deserto do Saara.


    O litoral é mais bem aproveitado no norte em Tanger, Asilah e Larache, e no sul em El Jadida, Essaouira. No continente, ficam os pontos mais interessantes do Marrocos, com cidades incríveis como Fez e Marrakesh. As grandes capitais imperiais, das diversas dinastias do país, são quase o único modo no mundo árabe para poder conhecer a vida da cidade, que em grande parte permanece medieval.