IJmuiden

O canal do mar do Norte (Nordzeekanaal)
O museu de casamata de IJmuiden 
O Parque Nacional Zuid-Kennemerland

Procurar cruzeiros no Norte da Europa

Ijmuiden

Uma vista reconfortante

Situada em meio aos bosques e lagoas puras do parque Nacional Zuid-Kennemerland, você pode admirar a cidade de IJmuiden, no Nordzeekanaal, durante o seu cruzeiro MSC no norte da Europa.
Em IJmuiden, seu navio ficará ancorado nas águas do Canal do mar do Norte (Nordzeekanaal), uma das obras de engenharia hidráulica mais gigantescas do mundo. É esse canal de 24 km de extensão que permite que grandes navios cheguem a Amsterdã. IJmuiden é uma cidade sossegada, com pequenas casas de tijolos vermelhos, todas com um jardim na frente.

É um resort à beira-mar para os holandeses, mas, sobretudo, um importante centro de pesca; seu mercado de peixes é o segundo maior do país, e o porto fica entre os 10 maiores da Europa Ocidental. IJmuiden tem menos de 150 anos e originalmente era apenas o lugar onde viviam os empregados que trabalhavam no Nordzeekanaal.

Posteriormente, no decorrer da Segunda Guerra Mundial, foi tomada pelos alemães que transformaram o local em um tipo de fortaleza, como se pode ver ao visitar o Museu de casamata de Ijmuiden. Durante seu cruzeiro MSC ao norte da Europa, e principalmente ao visitar a Holanda, os canais são a maior atração. A menos de 15 km de IJmuiden, a excursão a Haarlem levará você a um lugar no qual o ritmo e o ambiente são muito diferentes daqueles do porto de chegada.

Um antigo centro de produção têxtil, é uma cidade de porte médio, cujo centro atraente vale a pena ser visitado. Às margens do rio Spaarne, você encontrará a construção típica de Adriaan, um moinho hexagonal, feito em 1778, mas reconstruído após o incêndio que o destruiu em 1932.

Lugares imperdíveis em IJmuiden

Conheça nossas excursões

    Países-Baixos

    A terra dos tamancos de madeira
    A terra dos tamancos de madeira

    Embora metade deles já tenha estado debaixo d´água, os Países Baixos é uma das nações mais urbanizadas – e densamente populosas – da terra com uma grande quantidade de atrações em uma área relativamente pequena.

    Uma viagem para os Países-Baixos o ajudará a entender porque ele é um país notável, praticamente todo feito pelo homem e cuja metade dele fica no nível do mar ou abaixo dele. Um quinto dos Países-Baixos é formado por... água. Sem proteção, dois terços do país seria regularmente inundado.

    O ponto mais baixo dos Países-Baixos – a sete metros abaixo do nível do mar – também é o ponto mais baixo da Europa. Um cruzeiro para os Países-Baixos significa uma paisagem fértil e plana cheia de valas de drenagem e canais, sob imensos céus abertos, enquanto as cidades e as vilas do país normalmente são locais cheios de moradias triangulares, lindos canais e torres de igrejas primitivas e intocadas.

    Apesar das pequenas dimensões do país, normalmente, cada cidade é um local totalmente separado com sua própria identidade distinta – na verdade talvez não haja nenhum outro lugar no mundo onde você possa ouvir tantos sotaques diferentes, mesmo dialetos, em um lugar tão pequeno.

    Durante a primavera e o verão, os campos de flores oferecem toques de cor arrojados e a oeste e norte, a longa costa é marcada por milhas e milhas de dunas protetoras em amplas faixas de praias de areia perfeitas.