Kirkwall

A cintilante capital de Orkney
A Catedral de São Magno
O velho porto

Procurar cruzeiros no Norte da Europa

Kirkwall

As místicas Pedras de Stenness

Embarque em um cruzeiro MSC até o arquipélago exclusivo e independente de Orkney! Para um nativo de Orkney, o continente refere-se à maior ilha de Orkney e não ao resto da Escócia, e sua história está ligada à Escandinávia.
 
Kirkwall, a capital de Orkney, tem uma grande atração que justifica uma visita: sua catedral de arenito, sem dúvida o mais belo edifício medieval do norte da Escócia. Hoje, a cidade é dividida em dois pontos focais principais: o velho porto, na extremidade norte da cidade, onde balsas transitam entre as ilhas o ano todo, e a pavimentada rua principal, que muda de nome quatro vezes enquanto serpenteia em direção ao sul, do porto até passar a catedral.

No centro de Kirkwall, a Catedral de São Magno é uma das atrações mais interessantes da cidade. Esse belo edifício em arenito vermelho foi iniciado em 1137 pelo Conde Rognvald, um viking que construiu a catedral em homenagem ao seu tio, Magnus, morto a mando de seu primo, Håkon, em 1117.

Ao sul da catedral estão as ruínas do Palácio do Bispo, residência do Bispo de Orkney, desde o século XII. A maior parte do que se vê agora, no entanto, data da época do Bispo Robert Reid, fundador da Universidade de Edimburgo, no século XVI.

Uma estreita escada em espiral leva o visitante ao topo para desfrutar de uma vista espetacular da catedral e dos telhados de Kirkwall. Os cruzeiros MSC pelo norte da Europa também oferecem excursões ao centro do mais importante complexo cerimonial neolítico de Orkney. A parte mais visível é composta pelas Pedras de Stenness, originalmente um círculo de 12 pranchas de rochas, agora apenas 4, sendo a mais alta delas superior a 4,80 metros e notável por sua incrível finura.

Lugares imperdíveis em Kirkwall

Conheça nossas excursões

    Reino Unido

    Deus Salve a Rainha
    Deus Salve a Rainha

    O Reino Unido não é apenas um país, mas quatro – Inglaterra, País de Gales, Escócia e Irlanda do Norte – e diversas identidades culturais: Nem pense em chamar um escocês ou um galês de inglês, por exemplo.


    Não perca a verdadeira experiência de Londres durante sua viagem ao Reino Unido; a capital deve estar no itinerário de todos. 

    Brighton e Canterbury oferecem diversões contrastantes – a primeira cidade é um verdadeiro resort à beira-mar, a segunda é uma das melhores cidades medievais da Grã Bretanha. 


    O sudeste da Inglaterra contém as charnecas acidentadas de Devon, a costa rochosa de Cornwall, e a histórica cidade spa de Bath, enquanto as principais atrações da Inglaterra central são as cidades universitárias de Oxford e Cambridge

    Mais ao norte, as antigas cidades industriais de Manchester, Liverpool Newcastle são lugares animados e jovens e York possui esplêndidos tesouros históricos, mas a paisagem, principalmente dos planaltos da Região dos Lagos, é a maior atração. 


    Os melhores lagos, vales e picos da Escócia e o magnífico cenário das ilhas da Costa Oeste, podem ser facilmente acessados por Glasgow e Edimburgo – esta última, talvez tenha a paisagem urbana mais atraente da Grã Bretanha. Finalmente, um cruzeiro para o Reino Unido não estaria completo sem uma parada na Irlanda do Norte com sua capital Belfast e a espetacular Calçada dos Gigantes.