Total será a fornecedora de combustíveis marítimos limpos para os próximos navios de cruzeiro movidos a GNL da MSC Cruzeiros

O combustível GNL reduzirá drasticamente as emissões dos navios e melhorará a qualidade do ar em todos os portos de escala

Os novos navios a GNL da MSC Cruzeiros serão os mais avançados do mundo em termos ambientais e de tecnologia


CLEAN MARINE FUELS | MSC CRUISES

A MSC Cruzeiros e a Total anunciaram hoje um contrato de fornecimento de aproximadamente 45.000 toneladas por ano de Gás Natural Liquefeito (GNL) para os próximos navios de cruzeiro movidos a GNL da MSC Cruzeiros.

 

Pierfrancesco Vago, Presidente Executivo da MSC Cruzeiros, disse: “Este acordo representa mais um passo em nossa jornada em direção à redução contínua de nossa pegada ambiental, para a qual o GNL é atualmente um componente crucial. Enquanto nos preparamos para lançar nosso primeiro de três navios de cruzeiro movidos a GNL em 2022, por meio deste acordo-chave garantimos agora o suporte de reabastecimento para nossos navios de última geração e ambientalmente mais avançados no Mediterrâneo ”.

 

Usado como combustível naval, o GNL reduz drasticamente as emissões dos navios, resultando em uma melhoria significativa na qualidade do ar, especialmente nas comunidades em áreas costeiras e cidades portuárias. Este acordo tem, portanto, um impacto positivo não só no local onde terá lugar o abastecimento de GNL, em Marselha, mas também em todos os portos onde os navios de cruzeiro farão as suas futuras escalas pelo Mar Mediterrâneo.

 

Os navios movidos a GNL da MSC Cruzeiros estarão entre os navios de cruzeiro mais avançados tecnologicamente do mundo, trazendo uma gama de inovações ambientais para o mercado. O principal deles é um projeto de tecnologia de célula de combustível de óxido sólido movido a GNL de 50 quilowatts que oferece um potencial para reduzir as emissões de gases de efeito estufa em mais 25% em comparação com um motor convencional de GNL.

 

A Total irá abastecer os navios movidos a GNL da MSC Cruzeiros que navegarão pelas rotas do Mediterrâneo por transferência de navio para navio, usando seu segundo navio de abastecimento de GNL atualmente em construção. Esta embarcação atenderá aos mais altos padrões técnicos e ambientais, usando o próprio GNL como combustível de propulsão e integrando uma reliquefação completa dos gases em evaporação.