MSC Cruzeiros e Chantiers de l'Atlantique comemoram dois novos marcos da nova geração de navios ambientalmente avançados

 Foi realizado o teste de flutuação do MSC World Europa, o primeiro navio movido a gás natural liquefeito (GNL) da MSC, que irá operar com significativa redução de emissões 
Também foi realizada a Cerimônia da Moeda para o MSC Euribia, também movido a GNL, um dos navios com melhor desempenho ambiental já construído na França 
A MSC Cruzeiros e o Chantiers de l’Atlantique confirmaram a instalação de uma planta piloto de célula de combustível a bordo do MSC World Europa 

 
Luxury Ships | MSC Cruises

A Divisão de Cruzeiros do Grupo MSC e o Chantiers de l’Atlantique celebraram dois importantes marcos da construção da nova geração de navios ambientalmente avançados, no dia 02 de dezembro. O MSC World Europa e o MSC Euribia serão os primeiros navios movidos a gás natural liquefeito (GNL) da frota da MSC Cruzeiros, no próximo ano, representando um investimento de 3 bilhões de euros em navios movidos a GNL, incluindo a construção do World Europa II, previsto para 2023.

 

Esses navios desempenham um papel importante no compromisso da Companhia em alcançar, até 2050, zero emissões líquidas de gases de efeito estufa. O GNL é o mais limpo combustível marítimo disponível  em escala atualmente e, praticamente elimina as emissões locais de poluentes atmosféricos, como os óxidos de enxofre (99%), os óxidos de nitrogênio (85%) e partículas (98%). Em termos de emissões com impacto global, o GNL desempenha um papel fundamental na mitigação das mudanças climáticas e os motores destes dois navios têm potencial para reduzir as emissões de CO2 em até 25%, em comparação com os combustíveis convencionais. Além disso, com a subsequente disponibilidade de formas biológicas e sintéticas de GNL, esta fonte de energia fornecerá um caminho rumo a eventuais operações descarbonizadas.

 

Pierfrancesco Vago, Presidente Executivo da MSC Cruzeiros, disse: “Este é mais um marco importante em nossa jornada rumo à zero emissões líquidas, até 2050, para nossas operações marítimas. Com o investimento de  bilhões de euros, anunciamos avanços significativos na construção de, não apenas um, mas de dois de nossos navios da nova geração, movidos a GNL, nos aproximando cada vez mais da nossa visão de uma indústria de cruzeiros livre de emissões. Sendo o combustível mais limpo disponível atualmente em grande escala para nossas operações, o GNL está na vanguarda dessa importante transição energética pela qual devemos passar. ”

 

 

“Temos muito mais a fazer, mas estou muito feliz pois, apesar de tudo o que enfrentamos com a pandemia nos últimos dois anos, ainda conseguimos, com o nosso parceiro Chantiers de L'Atlantique, dar prosseguimento a estes novos navios movidos a GNL - os primeiros construídos na França e que também irão introduzir potenciais novas tecnologias de células de combustível para torná-los ainda mais eficientes. Agora, precisamos dar passos ainda maiores e vamos precisar do apoio contínuo de nossos fornecedores, parceiros e governos para conseguir isso. Todos nós precisamos trabalhar juntos para alcançar nosso futuro verde. ”

 

 

Laurent Castaing, Gerente Geral do Chantiers de l’Atlantique, adicionou: “É realmente um momento muito especial que estamos vivendo hoje. Isso não ocorre apenas porque esses navios são, respectivamente, o 15º e o 16º que estamos construindo para a MSC Cruzeiros - o que demonstra o excelente relacionamento que estabelecemos entre nossas duas empresas desde os anos 90, ou porque eles estarão entre os maiores e melhores do mercado de cruzeiros do mundo. Mas também, e principalmente, porque representam um grande passo em direção ao que serão os navios de cruzeiro do futuro. Na entrega, eles terão a melhor pegada de carbono do mercado, em termos de emissões por hóspede e por dia. ”

 

Na ocasião, também foi revelado que a MSC Cruzeiros e o Chantiers de l’Atlantique confirmaram a instalação de uma planta piloto de célula de combustível a bordo do MSC World Europa, conhecida como Blue Horizon. A tecnologia usará o GNL para converter combustível em eletricidade com uma das mais altas eficiências do que qualquer solução em energia disponível hoje, produzindo eletricidade e calor a bordo. A tecnologia de célula de combustível selecionada pelo Chantiers de l'Atlantique (CdA) e pela MSC Cruzeiros é a Célula de Combustível a Óxido Sólido (SOFC) desenvolvida pela Bloom Energy. A SOFC irá reduzir as emissões de gases de efeito estufa (GEE) em cerca de 30% em comparação com um motor convencional movido a GNL, sem produzir emissões de óxidos de nitrogênio, óxidos de enxofre ou partículas finas. Também oferece a vantagem de ser compatível com GNL, assim como com diversos combustíveis de baixo carbono, como metanol, amônia e hidrogênio. Este projeto formará a base de construção para futuras instalações maiores e o início de uma colaboração, ainda mais estreita entre a MSC Cruzeiros e o Chantier de L'Atlantique para pesquisa e desenvolvimento de tecnologia de célula de combustível.

 

Também no dia 2 de dezembro, a tradicional cerimônia da moeda ocorreu quando a quilha foi colocada no segundo navio movido a GNL da MSC Cruzeiros, o MSC Euribia, que será uma das embarcações contemporâneas de melhor desempenho ambiental já construída na França. Anne Claire Juventin, responsável pelo Controle de Qualidade do Chantiers de l'Atlantique e Valentina Mancini, Gerente de Marca da MSC Cruzeiros, realizaram o tradicional ritual marítimo como madrinhas, representando a armadora e o construtor do navio, quando colocaram duas moedas sob a quilha como o símbolo histórico de bênção e boa sorte para o projeto e para a vida operacional do navio no mar.

 

 

O teste de flutuação do MSC World Europa, que será o primeiro navio movido a GNL a se juntar à frota da MSC Cruzeiros, ocorreu no estaleiro em Saint-Nazaire, e agora será transferido para uma doca úmida para que os trabalhos continuem no navio até a sua entrega em novembro de 2022.

 

MSC World Europa – experiência de cruzeiro da nova geração

 

O MSC World Europa é o primeiro navio da pioneira MSC World Class - uma nova classe de navios que apresenta uma plataforma de cruzeiro completamente nova. Com tecnologias marítimas e de hospitalidade a bordo preparadas para o futuro, o MSC World Europa redefinirá a experiência de cruzeiro com uma variedade de conceitos nunca antes vistos e áreas criativas diferentes de tudo que há no mar hoje. O design inovador apresenta uma popa em forma de Y que leva à impressionante Promenade Europa, com seus 104 metros de comprimento e com espaços parte abertos, parte cobertos, com vistas deslumbrantes do oceano. As novas cabines com varanda têm vistas de tirar o fôlego para a promenade, que apresenta uma peça central arquitetônica impressionante na forma da The Venom Drop @ The Spiral, um tobogã de 11 andares de altura, o mais longo dos mares.

 

A experiência do hóspede é levada a um nível totalmente novo com um mundo de experiências em espaços distintos. Cada área ostenta sua própria atmosfera, desde um ambiente tranquilo, uma animada promenade com entretenimento, lojas e bares, a um espaço separado para famílias com dez novas instalações para crianças. Com 21 bares e lounges e 13 restaurantes de alto nível, as refeições a bordo oferecem uma série de inovações. Dentre as opções estão o Chef's Garden Kitchen, especializado em microgreens saborosos, e o La Pescaderia, um tradicional restaurante de frutos do mar com mesas ao ar livre, além dos favoritos dos hóspesdes como Butcher’s Cut, o Kaito Teppanyaki Grill e Sushi Bar e o Hola! Tacos & Cantina.

 

O MSC World Europa receberá seus primeiros hóspedes em dezembro de 2022 e passará sua temporada inaugural na região do Golfo, proporcionando aos hóspedes a melhor experiência em cruzeiros. Os hóspedes poderão desfrutar de roteiros de sete noites, partindo de Dubai, em direção à moderna metrópole vizinha de Abu Dhabi, passando pela Ilha Sir Bani Yas, por Dammam, na Arábia Saudita, visitando o oásis de Al Ahsa (Patrimônio Mundial da UNESCO) e por Doha, a capital futurista do Qatar, antes de retornar a Dubai, com pernoite na cidade, para descobrir todas as maravilhas que ela tem a oferecer.

 

Partindo de Dubai, em 25 de março de 2023, o MSC World Europa seguirá para o Mar Mediterrâneo. Ele oferecerá cruzeiros de sete noites nos portos italianos de Gênova, Nápoles e Messina, além de Valeta, em Malta, Barcelona, na Espanha, e Marselha, na França.

 

MSC Euribia – um símbolo do respeito da MSC Cruzeiros pelos oceanos

 

O MSC Euribia se tornará um dos navios mais avançados do ponto de vista ambiental da frota da MSC Cruzeiros. Ele leva o nome da antiga deusa Eurybia, que utilizou os ventos, o clima e as constelações para dominar os mares.

 

Tecnologias ambientais no MSC World Europa e MSC Euribia :

Motores e combustíveis: 4 motores dual-fuel Wärtsilä (12V e 16V), que geralmente operam com gás natural liquefeito (GNL), ocasionalmente com gasóleo marítimo com 0,1% de enxofre (MGO), de modo que o navio não exigirá sistemas de limpeza de gases de escape.

 

Emissões atmosféricas: sistema de redução catalítica seletiva que reduz as emissões de óxido de nitrogênio (NOx) em até 90% quando o navio opera com MGO (o GNL oferece uma redução semelhante de NOx). O MSC Euribia atenderá aos padrões Tier III da Organização Marítima Internacional (OMI), independentemente do combustível que usar.

 

Conectividade de energia shore-to-ship, permitindo que o navio desligue seus motores e se conecte às redes de energia locais nos portos onde esta infraestrutura está disponível.

 

Águas residuais: sistema avançado de tratamento de águas residuais em conformidade com a Resolução MEPC 227 (64) da Organização Marítima Internacional, nos padrões mais rigorosos do mundo - o chamado "Padrão Báltico".

 

O sistema avançado de tratamento de água de lastro prevenirá a introdução de espécies invasoras no ambiente marinho por meio de descartes de água de lastro, em conformidade com a Convenção de Gerenciamento de Água de Lastro da Organização Marítima Internacional.

 

Protegendo a vida marinha: sistema de gerenciamento de ruído subaquático irradiado, com projetos de casco e casa de máquinas que minimizam o impacto sonoro acústico, reduzindo seus efeitos potenciais na fauna marinha, principalmente em mamíferos marinhos nas águas circundantes.

 

Eficiência energética: todas as novas construções da MSC Cruzeiros incorporam uma ampla gama de equipamentos com eficiência energética que ajudam a reduzir e a otimizar o uso de energia a bordo. Isso inclui várias tecnologias, como ventilação inteligente e sistemas avançados de ar condicionado com circuitos automatizados de recuperação de energia que redistribuem o calor e o frio para reduzir a demanda. Os navios usam iluminação LED controlada por sistemas de gestão inteligentes para melhorar ainda mais o perfil de economia de energia. Em parceria com o estaleiro, o MSC Euribia será equipado com sistemas automáticos de coleta de dados para monitoramento remoto de energia e análise avançada, permitindo suporte em terra em tempo real para otimizar a eficiência operacional a bordo.