Novo navio MSC World Europa da MSC Cruzeiros terá como base os Emirados Árabes Unidos

  • O MSC World Europa, parte da nova geração de navios de cruzeiros, oferecerá viagens de 7 noites no Golfo Árábico
  • O MSC Opera também terá os Emirados Árabes Unidos como base, como parte da estratégia de expansão dos negócios da Companhia na região 
MSC World Europa | MSC Cruises

Os Emirados Árabes Unidos será o país de onde partirá o maior e mais eficiente navio de passageiros em termos ambientais a navegar no Oriente Médio, o MSC World Europa.

 

A MSC, que tem sede na Suíça, proprietária e operadora do navio, também dedicará um segundo navio, o MSC Opera, à região do Golfo Arábico na temporada 2022/2023, visando fortalecer ainda mais a sua posição de Companhia número um da região para férias em alto-mar.

 

O anúncio foi feito pelo CEO da MSC Cruzeiros, Gianni Onorato, após Sheikh Hamdan Bin Zayed Al Nahyan, representante do governante na região de Al Dhafra, realizar a abertura oficial de um novo píer para navios de passageiros na Ilha Sir Bani Yas.

 

De acordo com a Companhia, este novo píer será muito bem recebido pelos turistas de cruzeiros que visitam a incrível ilha.

 

Onorato ressaltou que o setor de cruzeiros nos Emirados Árabes Unidos é parte importante da dinâmica indústria de turismo, prestou homenagem às medidas de saúde e segurança em todo o país e descreveu as perspectivas de negócios da MSC Cruzeiros para a próxima temporada na região.

 

Gianni Onorato, CEO da MSC Cruzeiros, disse: “Os Emirados Árabes Unidos são um mercado muito importante para nós e na próxima temporada vamos posicionar o novo navio da nossa frota lá – o MSC World Europa - e aumentar ainda mais nossa capacidade a partir deste ano com a introdução de um segundo navio, o MSC Opera, em reconhecimento ao crescente status da região no setor de cruzeiros.

 

“O MSC World Europa redefinirá a experiência de cruzeiro com uma variedade de recursos nunca vistos, diferente de tudo o que há no mar hoje, além de beneficiar ainda mais a indústria de turismo dos Emirados Árabes Unidos. O navio atrairá muitos passageiros internacionais de todo o mundo.

 

“Um de nossos mais novos navios, o MSC Virtuosa, está atualmente baseado no Golfo Arábico e, embora existam desafios em terra associados à pandemia global, trabalhamos em estreita colaboração com as autoridades competentes da região para garantir a saúde e a segurança de nossos hóspedes, tripulantes e das comunidades que o navio visita. A combinação de medidas a bordo e em terra foram extremamente eficazes.”

 

Itinerários no Golfo Arábico

No dia 26 de março, o MSC Virtuosa concluirá suas viagens programadas nos Emirados Árabes Unidos e será substituído pelo MSC Bellissima entre 2 de abril e 25 de junho de 2022. Esta é a primeira vez que a MSC Cruzeiros estende sua temporada na região.

 

A partir de dezembro o MSC World Europa estará nos Emirados Árabes Unidos, oferecendo cruzeiros de 7 noites de Dubai e Abu Dhabi, para Ilha Sir Bani Yas, Dammam, na Arábia Saudita, e Doha, no Qatar.

 

O MSC Opera oferecerá um itinerário diferente e contrastante de 7 noites partindo de Dubai e Abu Dhabi, também com escalas na Ilha Sir Bani Yas. Os hóspedes podem então descobrir Omã, com escala na capital Muscat, uma das cidades mais antigas do Oriente Médio, e em Khasab, a cidade mais ao norte do país. O cruzeiro termina com uma noite em Dubai para dar aos hóspedes tempo suficiente para explorar a incrível metrópole.

 

Sobre o MSC World Europa

O MSC World Europa está atualmente em construção no estaleiro Chantiers de l’Atlantique, em Saint-Nazaire, na França, e será entregue em outubro de 2022, antes de partir para o Golfo Arábico para operar cruzeiros de dezembro de 2022 a março de 2023.

 

O navio de 2.626 cabines poderá acomodar até 6.762 hóspedes, terá 205.700 toneladas brutas e 333,3 metros de comprimento. Ele será movido a gás natural liquefeito (GNL), o primeiro da frota da MSC Cruzeiros a usar o combustível mais limpo atualmente disponível em escala para navios de cruzeiros.

 

A MSC Cruzeiros compartilha a ambição dos Emirados Árabes Unidos de atingir zero emissões líquidas até 2050 e, nosso navio movido a GNL, o MSC World Europa representa um marco importante na estratégia da empresa para atingir seu objetivo de erradicar as emissões de carbono.