Cidade do Cabo

No sopé de Table Mountain 
Uma combinação de estilos arquitetônicos
O centro da cidade mais agradável da África do Sul

Procurar cruzeiros no Sul da África

Cidade do Cabo

A natureza ao máximo

Quando o seu cruzeiro com a MSC levar você à Cidade do Cabo, é fácil ver que, mais do que um cenário panorâmico, Table Mountain é a base desta cidade portuária. Ela divide a cidade em zonas distintas, com jardins públicos, áreas naturais, florestas, roteiros de caminhada, vinhedos e áreas residenciais de bom gosto que se estendem pelas encostas mais baixas.
No topo, olhe ao norte para desfrutar da vista do centro da cidade, suas docas repletas de navios, que desta distância parecem tão pequenos quanto caixas de fósforos. Quando você está de férias na África do Sul, para apreciar a Cidade do Cabo é preciso passar um tempo em contato com a natureza, como os moradores da cidade fazem: eles caminham, fazem piquenique ou tomam banhos de sol, quase sempre preferem mountain bikes aos carros e transformam atividades de aventura em diversão.

A rica textura urbana da Cidade do Cabo fica imediatamente aparente em sua arquitetura diversificada: um estilo natural holandês do Cabo, sólido no norte da Europa, visto em sua forma mais diversificada nas propriedades vinícolas de Constantia, que foram influenciadas por refugiados franceses no século XVII, muçulmanos e escravos, libertados no século XIX, acrescentaram seus minaretes ao horizonte; e os ingleses, que invadiram e libertaram esses escravos, introduziram os edifícios georgianos e vitorianos.

Strand Street marca o limite da orla marítima original da Cidade do Cabo, e todo o desenvolvimento urbano ao norte fica em aterramento marítimo. Ao sul fica Upper City Centre, que contém as ruínas, de 350 anos, do centro histórico da cidade, que sobreviveu aos ataques da modernização e permissão urbana inspirada no apartheid, e surgiu com charme suficiente para transformá-lo no centro de cidade mais agradável da África do Sul.

A área inteira de Strand Street na encosta sul da montanha, é uma colagem de arquitetura georgiana, holandesa do Cabo, vitoriana e do século XX , além de ser o lugar onde Europa, Ásia e África encontram-se nos mercados, becos e mesquitas. Entre os destaques estão o Parlamento, Company’s Gardens e muitos dos principais museus da Cidade do Cabo.

Lugares imperdíveis na Cidade do Cabo

Conheça nossas excursões

    Nenhum resultado encontrado para esse porto. Por favor, altere os padrões de busca para encontrar a melhor maneira de descobrir um destino!

Chegar ao porto

Porto de Cidade do Cabo

Esta seção contém informações sobre como chegar até o porto

Terminal de cruzeiros

V&A Pier Leste

Chegar ao porto de

  • Carro

    Como chegar a E-Berth, Duncan Dock, Cidade do Cabo vindo de Waterfront:
    Quando entrar em V&A, A estação Caltex fica à sua direita.
    Permanecer à sua direita e depois virar à direita na rotatória e continuar até o posto de segurança do lado oposto à SAPS (Polícia Portuária) 
    E-Berth está logoa atrás do edifício da SAPS, do lado esquerdo.
    Carro

África do Sul

Um compromisso com os cinco grandes
Um compromisso com os cinco grandes

A África do Sul é a carta na manga do continente africano. Cheia de energia e transbordando autoconfiança, nenhum outro país consegue chegar perto de sua enorme variedade.

Ela apresenta algumas das melhores atrações da África, nitidamente ligada por uma eficiente infraestrutura voltada para o visitante  com boas conexões progressivas com outros países. 


Se você estiver em um cruzeiro para a África do Sul e sua ideia de aventura africana perfeita se resumir em um lugar para ver um jogo dos Cinco Grandes, alguns dias em uma gloriosa praia e uma rápida amostra de sua história e herança, este país te atenderá muito bem. 

No entanto, você estaria fazendo uma injustiça com o local se parasse por aí. 


Reserve algum tempo durante seus cruzeiros para caminhar por algumas de suas muitas deslumbrantes trilhas de caminhada, dar um gole num Pinotage em suas vinícolas Cape Dutch, cruzar suas casas noturnas ou rastrear criaturas raras como os grandes tubarões brancos, as baleias francas e os pinguins africanos e, você terá como resultado uma viagem realmente memorável . 


Culturalmente, ela é complexa e fragmentada. Um dos favoritos e sarcásticos ditos espirituosos é que embora o apartheid seja parte da história, ele ainda não ficou no passado. 


Para mergulhar ainda mais nas realidades da atual segregação e sobrevivência na Nação do Arco-Íris, você pode fazer uma visita cultural em um bairro rural ou passar um dia em um povoado com um guia local.