Copacabana

sea, Rio de Janeiro, MSC Cruises, Crociera

Diversão no Pão de Açúcar

Copacabana é dominada a leste pelo Pão de Açúcar e circundada por uma série de morros que se estendem à baía, como você verá quando navegar pelo Oceano Atlântico com a MSC Cruzeiros.
A expansão da cidade como área residencial foi limitada pelo Morro de São João, que separa o local de Botafogo, e o Morro dos Cabritos, uma barreira natural a oeste. Consequentemente, Copacabana é uma das áreas de maior densidade populacional do mundo, bem como um delírio de atividades incríveis.

Obviamente, Copacabana nem sempre foi o que é hoje, e permanecem vestígios da antiga comunidade de pesca que dominou a região até as primeiras décadas do século XX. Toda manhã, antes do amanhecer, os barcos da colônia de pescadores partem do Forte de Copacabana, retornando à praia até 8h para vender os peixes em barracas na extremidade sul da praia. A sofisticada cultura de praia do Rio é inteiramente um produto do século XX.

A década de 1930 viu surgir a reputação internacional da cidade e “fugir para o Rio” tornou-se um clichê permanente, celebrado na música, no cinema e na literatura. Contudo, as praias do Rio são, acima de tudo, a preservação dos cariocas: ricos ou pobres, jovens ou velhos, todos vão às praias no decorrer da semana, como se fossem parques urbanos. Copacabana é incrível, o ambiente pouco convencional aparente até mesmo nos calçadões com mosaicos, projetados por Burle Marx para representar imagens de ondas.

A orla marítima tem ao fundo uma série de hotéis de prestígio, instalados em arranha-céus e apartamentos luxuosos que começaram a surgir na década de 1940. Alguns belos exemplos de arquitetura Art Deco estão espalhados pelo bairro.

Cruzeiros de/para Copacabana em 2020

Excursões e atividades

Chegar ao porto