Yokohama

Yokohama, Minato Mirai 21, , Stock photography

Uma cidade acolhedora

O sul de Tóquio faz fronteira com Yokohama que é a segunda cidade mais populosa do Japão e onde está localizado o seu maior porto internacional. Quando você desembarca de seu cruzeiro MSC, terá a sensação de que Yokohama é muito mais espaçosa e mais arejada do que a capital; isto se dá devido à amplitude frontal do porto e pelo fato de os edifícios não serem muito altos.


Quando o Comodoro Perry conduziu seus “Navios Negros” para a Baia de Tóquio em 1853, Yokohama era apenas uma vila de pescadores neste litoral distante com cerca de 80 casas. Mas foi este porto, considerado longe das ameaças pelos japoneses, que o xogum declarou como um dos cinco portos abertos ao comércio exterior 1858. Desde o início de 1860 até as primeiras décadas do século XX, o desenvolvimento de Yokohama se deu através das exportações de seda bruta, um comércio que era dominado pelos mercadores britânicos.  


Ao longo desse período a cidade foi a principal fonte de novas ideias e invenções para o Japão: a primeira padaria, fotografias, sorveterias, cervejarias e, talvez o mais importante, a primeira linha ferroviária (em 1872) que liga a Sakuragichō de hoje à Shimbashi no centro de Tóquio. O Grande Terremoto de 1923 destruiu toda a cidade que foi novamente devastada pelos bombardeios no final da Segunda Guerra Mundial. A cidade reconstruída é, no entanto, um dos maiores portos do mundo.

Os habitantes locais orgulham-se dos legados internacionais, pois há, sem dúvida, uma atmosfera cosmopolita pela variedade de edifícios de estilo ocidental, templos chineses, culinária proveniente de diferentes partes do mundo e a grande comunidade estrangeira. O sofisticado subúrbio de Yamate (também conhecido como "o Blefe") é um dos destaques da cidade e possui um museu espetacular; a área forma um contraste agradável de vielas movimentadas, coloridas lojas de bugigangas e movimentados restaurantes da vizinha Chinatown. Nas proximidades do litoral, Kannai exibe alguns antigos edifícios em estilo ocidental que contrastam muito com os arranha-céus de alta tecnologia da zona urbana de Minato Mirai 21 vistos à distância.

Excursões e atividades

Chegar ao porto