Colombo

Construções neoclássicas e santuários budistas
O confuso bazar do bairro de Pettah
O Kelaniya Raja Maha Vihara

Procurar MSC Grand Voyages

Colombo

Um destino dos antigos mercadores romanos

Debaixo da superfície de Colombo fica uma intrigante e característica cidade que está esperando para ser descoberta em uma excursão em sua MSC Grand Voyages.


Depois de deixar o porto, onde seu navio aguardará seu retorno, o bairro do Forte fica no coração da antiga Colombo, ocupando o local das antigas defesas. Sob a influência britânica, Forte se desenvolveu até chegar a ser a peça central da capital colonial, adornado com lindas construções neoclássicas, até a inevitável torre do relógio e a estátua da Rainha Vitória. A leste do Forte, o bairro do bazar de Pettah é a área mais contagiante de Colombo, e não se parece com nada em qualquer outro lugar do Sri Lanka.

As MSC Grand Voyages também oferecem excursões até os grande santuários de Colombo. Dez quilômetros a leste do Forte fica o santuário budista mais importante de Colombo, o Kelaniya Raja Maha Vihara – dizem que o próprio Buda ensinou neste local na última de suas três visitas à ilha.

Vários templos ficaram neste local; a atual estrutura data dos séculos XVIII e XIX. Feito com uma incomum pedra de cor laranja escuro, a parte externa do santuário é ricamente decorada, com portas e pilares ornamentados, além de frisos de elefantes galopantes e anões com os olhos saltados ao redor da base.

A cerca de 100km ao sul de Colombo, uma boa ideia para outra excursão MSC inspirada na natureza é a visita à vila de Balapitiya e ao Lago Madu Ganga. Balapitiya é o ponto de partida para interessantes safaris de barco ao longo do Rio Madu Ganga e um bom lugar para ver monitores de água e uma grande variedade de pássaros, inclusive inumeráveis martim-pescadores coloridos. Não menos do que 64 ilhas se encontram neste trecho do rio.

Lugares imperdíveis em Colombo

Conheça nossas excursões

    Sri Lanka

    A misteriosa fascinação da floresta
    A misteriosa fascinação da floresta

    O Sri Lanka seduz viajantes há séculos. Marco Polo descreveu esta ilha como a melhor ilha de seu tamanho no mundo, enquanto sucessivas ondas de comerciantes indianos, árabes e europeus e de aventureiros vieram até suas margens cheias de palmeiras, atraídos por relatos de espécies raras, pedras preciosas e magníficos elefantes.

    A ousada afirmação de Marco Polo ainda é válida. Um cruzeiro para o Sri Lanka engloba uma variedade de atrações. 


    Poucas ilhas de tamanho comparável podem se vangloriar de um ambiente natural de tamanha beleza e diversidade. Banhada pelo Oceano Índico, o litoral é cheio de – normalmente não desenvolvidas – praias, enquanto o interior apresenta uma atraente variedade de paisagens que vão desde a rica vida selvagem das florestas de planície, lar de extensas populações de elefantes, leopardos e raras espécies endêmicas de pássaros, até as alturas nebulosas da região montanhosa, envolta por plantações de chá, bem cuidadas. 


    Uma viagem ao Sri Lanka também reserva maravilhosas atrações feitas pelo homem. A ilha tem mais de dois mil anos de história registrada e marcantes conquistas da antiga civilização cingalesa ainda podem ser vistas na sequência de cidades em ruínas e nos grandes monumentos religiosos que bagunçam as planícies do norte.